Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'Me chamou de fascista, mas as coisas mudam', diz Bolsonaro sobre Ciro Nogueira
Foto: Reprodução / Youtube

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diminuiu as desavenças com o senador Ciro Nogueira (PP), cotado para ser ministro da Casa Civil. Bolsonaro fez a declaração durante live, nesta quinta-feira (22), em suas redes sociais. 

 

"Vou conversar com ele na segunda-feira (26). Não vai ser casamento pela internet. Conheço Ciro. E seria uma melhor interlocução com o parlamento. O PP pode ser um partido para eleição. Pode ser. Conversei com Eymael. PSDC, não tem tempo de televisão. Não é fácil chegar a acordo com um partido. É igual a um casamento. Me chamou de fascista mas as coisas mudam. Quem está no Nordeste, quem não fosse Lula. Tarcísio foi do Dnit da Dilma Rousseff. Não vou tirar", comentou.

 

Questionado sobre a polêmica com a declaração de Braga Neto, o presidente apenas disse que "a resposta está na nota dele". 

Histórico de Conteúdo