Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bolsonaro recria Ministério do Trabalho para abrigar Onyx após centrão crescer no governo
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Com a popularidade em queda e pressionado pelo centrão, o presidente Jair Bolsonaro decidiu por um nova reforma ministerial. A ideia é garantir mais espaço aos partidos de sustentação do governo no Congresso como barganha para tentar sobreviver às sucessivas crises. 

 

Neste contexto, Ciro Nogueira (PP) assumirá a Casa Civil e o então ministro, general Luiz Ramos seguirá para a Secretaria-Geral da Presidência. Atualmente o posto é ocupado por Onyx Lorenzoni. 

 

Para abrigar Onyx, considerado um coringa dentro do governo, será recriado o Ministério do Trabalho e Emprego. A redução de ministérios foi uma das grandes promessas do presidente durante a campanha. Ao tomar posse, a pasta do trabalho foi agregada ao Ministério da Economia, comandado por Paulo Guedes. 

Histórico de Conteúdo