Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'DEM e o PDT seriam como água e azeite', diz Haddad sobre aproximação de Ciro e Neto
Foto: Montagem/ Bahia Notícias

Como "água e azeite". Foi assim que o ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) definiu a relação entre o PDT e o DEM. Os partidos sinalizam uma aproximação pensando nas eleições de 2022. O ex-candidato a presidência concedeu entrevista ao Bahia Notícias no Ar, da rádio Salvador FM, nesta quarta-feira (23).

 

"Vejo dois discursos completamente diferentes. Um discurso de desenvolvimento, que interessa a nós e ao mesmo tempo uma aproximação muito forte de setores mais conservadores que não querem o desenvolvimento. Por exemplo, a Eletrobrás, o ACM quer vender, o Ciro é contra, como nós. Como fica um governo do Ciro com o ACM?", comentou. 

 

O ex-ministro também revelou que seria impensável uma aproximação entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e Ciro Gomes (PDT). 

 

"O Ciro está com baixa intenção de votos. Ele só aparece nos meios de comunicação quando xinga alguém. Se ele não xingar, ele some. Ele aparece xingando. Não sei se é orientação do marketing ou da cabeça dele mesmo. O fato é que é muito difícil conversar com quem está nesse estado de nervos", disse.

Histórico de Conteúdo