Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

PF deflagra Operação Sexta Parcela em Salvador nesta quinta
Foto: Tânia Rego/ Agência Brasil

A fim de dar continuidade ao combate às fraudes aos benefícios emergenciais distribuídos durante a pandemia, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Sexta Parcela na manhã desta quinta-feira (17). Nesta fase, estão sendo cumpridos 35 mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão temporária, um mandado de prisão preventiva e 12 mandados de sequestro de bens que chegam ao bloqueio de até R$ 410 mil.

 

As ações ocorrem no Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Roraima, São Paulo e Bahia, mais precisamente em Salvador. No geral, os alvos são suspeitos de terem participado da fraude em ao menos 98 contas, contabilizando R$ 60.600,00 fraudados, valor que está subestimado.

 

A PF ressalta que uma das associações criminosas especializadas nas fraudes causou um prejuízo financeiro de aproximadamente R$ 580 mim à Caixa Econômica Federal (CEF). Ao longo das outras fases, a corporação já realizou a deflagração de 98 operações policiais, com 380 mandados de busca expedidos e 50 mandados de prisão. Na capital baiana, com apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar, a PF já cumpriu dois mandados de prisão temporária e quatro mandados de busca e apreensão, vinculados a três inquéritos policiais.

 

Os trabalhos realizados são resultantes de uma união de esforços denominada Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa Ecomômica, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União. Os objetivos da atuação interinstitucional conjunta são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas, com a responsabilização de seus integrantes, além de recuperar os valores para o erário.

Histórico de Conteúdo