Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Alckmin tem negociações avançadas para disputar governo de SP pelo DEM em 2022
Foto: Sérgio Lima / Poder360

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), tem negociações avançadas para se filiar ao DEM e disputar as eleições para o governo paulista em 2022. A filiação do tucano também é cobiçada pelo PSD e pelo Republicanos (saiba mais aqui). As informações são da revista Veja.

 

A articulação seria uma resposta à movimentação do atual governador João Doria (PSDB), que filiou o vice Rodrigo Garcia, ex-DEM, ao PSDB, visando a disputa do governo em 2022. As mudanças desagradaram tanto Alckmin, que visava a sucessão em São Paulo, quanto ACM Neto, presidente nacional do Democratas (relembre aqui).

 

Pelo PSDB, partido do qual foi um dos fundadores há mais de 30 anos, Alckmin concorreu ao Palácio do Planalto em 2018 (pela segunda vez) e obteve apenas 4,76% dos votos — o pior resultado de um candidato tucano à Presidência. Desde o fracasso nas urnas, acabou perdendo espaço dentro da sigla para o grupo de Doria, que sonha com a cadeira de Jair Bolsonaro (sem partido).

 

Em São Paulo, ele foi eleito vice de Mario Covas em 1994 e 1998, e governador em 2002, 2010 e 2014. Em 2006, perdeu a disputa pela presidência da República para Lula (PT). Também disputou duas vezes a prefeitura da capital paulista, em 2000 e 2008, mas ficou no primeiro turno em ambas.

Histórico de Conteúdo