Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Na Serin, Caetano estende papel de articulação às negociações sobre medidas restritivas
Foto: Bahia Notícias

Recém-empossado na Secretaria de Relações Institucionais da Bahia (Serin), o ex-deputado Luiz Caetano (PT) já está exercendo seu papel de “reforço na articulação política”. O novo gestor tem atuado nas atuais negociações com prefeitos e prefeitas de diferentes regiões baianas, diante da provável necessidade de implementação de novas medidas restritivas para conter o avanço de uma terceira onda da Covid-19 na Bahia. 

 

Apesar de urgentes, o acompanhamento das articulações de combate à Covid-19 não tem tirado de foco a também necessária retomada de diálogo com as bancadas, deputados, prefeitos e lideranças, do ponto de vista institucional. Vale ressaltar que Caetano chega à Serin após um vácuo de 11 meses, período em que as “articulações” com tais instâncias, conforme a lamentação nos bastidores da política baiana, eram feitas diretamente entre o governador e os gestores. 

 

O ex-deputado chega ao governo como nome do senador Jaques Wagner (PT), escolha do PT para disputar a sucessão de Rui, e assume, ainda que forma não declarada, a responsabilidade de resgatar um modelo mais convencional nas articulações políticas. Caetano garante que já está atendendo deputados e realizando reuniões com as bancadas parlamentares, prefeitos e prefeitas.

 

Ao Bahia Notícias, ele afirmou, no entanto, que a sua posição atual no governo não permite “postura partidária” no que diz respeito à crise sanitária. “É preciso ações mais firmes para interromper a preocupação com o vírus. Os prefeitos, pela responsabilidade que têm, sabem que os casos ativos avançaram e apesar dos mais de 1.600 leitos abertos, a situação tem se agravado”, afirma. 

 

Afirmando ter sido convocado pelo próprio governador Rui Costa (PT), ele esteve presente em reuniões com gestores das regiões Oeste, Baixo Sul, Região Metropolitana de Salvador. “Estamos nessa agenda, estamos discutindo. O governador está ouvindo todos os prefeitos. As decisões estão sendo tomadas com avaliação de cada território, de cada região”, enfatiza.

Histórico de Conteúdo