Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 13 de Maio de 2021 - 16:40

Mesa Diretora da AL-BA decide por prosseguimento à representação contra Alden

por Bruno Luiz / Mauricio Leiro

Mesa Diretora da AL-BA decide por prosseguimento à representação contra Alden
Foto: Bahia Notícias

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), decidiu, por unanimidade, dar prosseguimento à representação contra o deputado Capitão Alden (PSL), nesta quinta-feira (13).  Alden citou deputados da oposição durante uma live nas redes sociais, onde insinua que teriam recebido R$ 1,6 milhão da prefeitura de Salvador. 

 

Os componentes da Mesa são: presidente Adolfo Menezes (PSD); vice-presidentes Paulo Rangel (PT); Marcelinho Veiga (PSB); Bobô (PT); e Paulo Câmara (PSDB); e secretários Júnior Muniz (PP); Alan Sanches (DEM); Soldado Prisco (PSC); e Neusa Cadore (PT).

 

O presidente do Conselho de Ética, deputado Marquinho Viana (PSB) disse ao Bahia Notícias que irá esperar o presidente da AL-BA, Adolfo Menezes, enviar o pedido para agendamento da primeira reunião. "Não posso antecipar as coisas para não fugir do regimento interno se eu fizer alguma coisa que não esteja conforme. Tenho que convocar a reunião e dar um prazo de três a cinco dias para que os deputados se organizem para participar", disse.

 

Segundo Viana, caso tenha tempo hábil, até a próxima quinta-feira (20) a reunião poderá ser agendada. "Quero fazer a reunião semipresencial. Tenho que ser oficiado ainda. Se receber segunda-feira, vou me reunir com o jurídico. O mais certo é que essa reunião ocorra na semana seguinte a essa agora", finalizou. 

Histórico de Conteúdo