Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Pazuello avalia entrar com habeas corpus no STF para fugir de depoimento em CPI
Foto: Marcos Corrêa/ PR

Depois de alegar que está em quarentena após ter tido contato com pessoas diagnosticadas com a Covid-19 para adiar seu depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, o general Eduardo Pazuello cogita a possibilidade de ingressar com um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Segundo a CNN Brasil, até aqui, a linha adotada tem sido a dele comparecer e responder a todas as perguntas que serão feitas pelos senadores. Mas caso decidam rever a estratégia jurídica, as opções são: não comparecer à CPI; comparecer e silenciar; ou comparecer e silenciar para apenas algumas perguntas.

 

Interlocutores do ex-ministro dizem que essas possibilidades são analisadas porque a CPI já possui um juízo de valor sobre ele. Pazuello é esperado para depor no próximo dia 19. Seus antecessores, Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, e o atual ministro Marcelo Queiroga já prestaram depoimento (veja aqui, aqui e aqui).

Histórico de Conteúdo