Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Bolsonaro diz que se 'movimentou' em 2020 para obter vacinas: 'Clima de pavor não ajuda'
Foto: Reprodução / Facebook

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reforçou que se movimentou em 2020 para conseguir obter vacinas contra a Covid-19. Bolsonaro participou da live, juntamente com o Secretário Nacional de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Hélio Angotti.

 

"Preparamos desde o ano passado, uma encomenda tecnologica para a Oxford e Aztrazeneca, com a Fiocruz, quando ninguém estava falando em vacina estávamos nos preparando", disse o secretário Hélio.

 

"Já tivemos mais de um milhão de vacinas aplicadas por dia. O número máximo depende do npumero de mobilização das secretarias. São 5,5 mil municípios. São as mais diversas dificuldades. As forças armadas entrando para ajudar, sala de vacinação e estamos tendo uma mobilização", acrescentou.

 

O presidente também reforçou que medidas tem que ser tomadas para não propagar o desemprego. "Quem acha que pode fechar sem se preocupar com o desemprego, convido para ir nas casas das pessoas. Podemos ir ao meio termo para ver o que é melhor ser feito. O clima de pavor não ajuda a salvar vidas.", comentou Bolsonaro. 

 

O pesquisador também comentou sobre o spray nasal em desenvolvimento de Israel. "Está em fase incicial de pesquisa. Os dados estavam para validar. O que falta é desenvolver pesquisas em escala maior. Tem que fazer tratativas para, mostrando resultados efetivos, pensamos em fazer pesquisa com os doentes aqui no Brasil", disse.

 

Histórico de Conteúdo