Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sindilojas ressalta preocupação com perspectiva de extensão das medidas restritivas

Diante da perspectiva de que as medidas restritivas atualmente vigentes em Salvador sejam prorrogadas, o Sindilojas divulgou uma nota pública para externar sua preocupação. No texto, a entidade afirma que a ausência de leitos para atendimento dos pacientes com Covid-19 é uma situação grave que precisa ser enfrentada diretamente, mas não da forma atual. Desde o último sábado, estabelecimentos não comerciais estão fechados na capital baiana.

 

"Do mesmo modo, o Sindilojas compreende que o momento é de precaução e de cumprir as medidas preventivas, o que não importa, necessariamente, no fechamento dos estabelecimentos comerciais, que não são responsáveis pelo contágio, nem pela falta de leitos", diz a entidade em nota.

 

Mais cedo, o CDL Salvador e a FCDL Bahia também divulgaram nota sobre o assunto. As entidades cobraram que o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), cumpra o compromisso que ele teria firmado de permitir a reabertura do comércio na próxima segunda-feira (8), independente da taxa de ocupação (saiba mais aqui).

 

Neste sábado, a taxa de ocupação geral nas UTIs Covid da cidade está em 85%, segundo o portal da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ao longo da última semana, as autoridades do município e do estado têm ressaltado que a Bahia enfrenta seu pior momento da pandemia.

Histórico de Conteúdo