Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Ao STF, PF diz não ter elementos para indiciamentos por atos antidemocráticos
Foto: Allan White/ Fotos Publicas

A Polícia Federal disse ao Supremo Tribunal Federal (STF) não ter elementos suficientes para indiciar suspeitos de realizar ou financiar atos antidemocráticos, pelo menos por ora. A informação consta de relatório enviado pela corporação ao ministro Alexandre de Moraes, relator no STF do inquérito que investiga protestos contra o Supremo e a favor de intervenção militar. 

 

Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, os autos da investigação estão com a Procuradoria-Geral da República (PGR), que vai analisar as medidas cumpridas. A PF não pediu mais prazo, nem propôs novos caminhos, uma sinalização de que concluiu sua parte no inquérito.

 

O inquérito foi aberto em abril de 2020 e mira bolsonaristas que defenderam o fechamento do Congresso e do STF. Carlos e Eduardo Bolsonaro foram ouvidos por vontade da PF.

 

Ainda de acordo com a publicação, chama atenção o fato de a delegada responsável pelo caso não ter classificado o relatório nem como parcial, nem como final, como é o padrão. Para prosseguimento do inquérito, a PGR terá de pedir novas medidas de investigação e Moraes autorizar. Outra possibilidade é o ministro decidir devolver o caso para a PF, para continuidade das apurações.

Histórico de Conteúdo