Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Salvador deve vacinar 2,5 mil pessoas contra a Covid-19 nesta terça-feira (19)
Foto: Betto Jr. / Secom Salvador

A prefeitura e o governo do estado iniciam, nesta terça-feira (19), a vacinação contra a Covid-19. A expectativa é imunizar, com a Coronavac, cerca de 2,5 mil pessoas entre idosos abrigados nas Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), na Cidade Baixa, além dos trabalhadores que atuam na Base Central do Samu 192, no Pau Miúdo, na UPA e Gripário de Pirajá/Santo Inácio, bem como na UPA e Gripário Barris, na UPA e Gripário Brotas, no Hospital Municipal de Salvador (HMS) e no abrigo Dom Pedro II.

 

Caso as doses cheguem ainda na noite desta segunda-feira (18), a imunização começará a partir das 7h da manhã, na Osid, com as presenças do prefeito Bruno Reis (DEM) e do governador do estado, Rui Costa (PT).

 

Para o início da estratégia no município, o governo federal encaminhou cerca de 42 mil doses da Coronavac. Esse quantitativo tem a capacidade de proteger cerca de 21 mil pessoas, uma vez que o imunizante prevê uma dose de reforço após 14 dias da primeira aplicação. 

 

Para essa primeira remessa, está prevista a imunização dos idosos abrigados em instituições de longa permanência do município, trabalhadores da saúde que atuam na rede de urgência e assistência direta aos pacientes com o novo coronavírus, como funcionários das UPAs, Gripários, Samu 192 e hospitais, incluindo os de campanha.

 

A estratégia utilizada para essa primeira remessa será através de 11 equipes volantes nos próprios locais selecionados. Por isso, a população não deve se direcionar a nenhum ponto de vacinação neste momento. A programação segue recomendação de informe técnico emitido pelo Ministério da Saúde.

 

Segundo a prefeitura, um cronograma será construído diariamente na capital, de acordo com a disponibilidade de vacinas. A cada nova remessa encaminhada ao município, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliará a imunização dos grupos prioritários.

 

Entre o público considerado prioritário, a prefeitura espera vacinar, nos 12 distritos sanitários da cidade, 571.847 pessoas, a maior parte idosos entre 60 e 74 anos (185.556), seguidos daqueles com comorbidades (149.068) e trabalhadores da área da saúde (102.997).

Histórico de Conteúdo