Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Biden escolhe mulher para liderar a inteligência dos EUA e latino para Segurança Interna
Foto: Reprodução / G1

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta segunda-feira (23) que vai nomear Avril Haines para ser diretora nacional de inteligência e Alejandro Mayorkas para chefiar o DHS (Departamento de Segurança Interna). Eles são a primeira mulher e o primeiro latino-americano a ocuparem os respectivos cargos, segundo o portal G1.

 

A nomeação de Mayorkas é considerada simbólica porque ele, nascido em Cuba e naturalizado americano, ficará na chefia do departamento responsável pela imigração e pela patrulha de fronteiras.

 

“Quando eu era muito jovem, os Estados Unidos forneceram um lugar de refúgio para minha família e para mim. Agora, fui nomeado secretário do DHS e supervisiono a proteção de todos os americanos e daqueles que fogem da perseguição, em busca de uma vida melhor para eles e seus entes queridos”, comentou Mayorkas nas redes sociais.

 

No caso de Haines, a principal atribuição dela será supervisionar os relatórios de inteligência enviados à Casa Branca, em um cargo criado depois dos atentados de 11 de Setembro de 2001.

 

Biden também selecionou outros membros da sua equipe de governo. Antony Blinken será o secretário de estado; Linda Thomas-Greenfield será embaixadora dos EUA nas Nações Unidas (ONU); John Kerry será enviado especial para o Clima; e Jake Sullivan, conselheiro de Segurança Nacional.

Histórico de Conteúdo