PMs são presos suspeitos de integrar quadrilha que praticava extorsão no Subúrbio
Foto: Divulgação / SSP-BA

Seis policiais militares da Bahia e um homem (não policial) foram presos na manhã desta segunda-feira (26), em Salvador, em cumprimento a mandados judiciais, durante “Operação Batedor”, liderada pela Força Tarefa da SSP de combate à corrupção.

 

Lotados na 14ª CIPM (Lobato), os policiais são acusados de extorsão mediante sequestro, cometidos a maior parte das vezes no subúrbio de Salvador. Após três meses de investigação, os mandados de prisão foram expedidos pela Vara de Auditoria Militar e 13ª Vara Criminal.

 

A ação que desarticulou o grupo teve a participação das Corregedorias da Secretaria da Segurança Pública, da PMBA e da Polícia Civil, dos Departamentos de Polícia do Interior  (Depin) e de Inteligência (DIP), da Coordenação de Operações Especiais da Polícia Civil, além do Departamento de Polícia Técnica.

 

De acordo com o o corregedor da SSP, Nelson Pires, uma arma e celulares foram apreendidos na ação. “ Já recebemos informações de que os demais procurados devem se apresentar”, adiantou. 

 

Disse ainda que entre os alvos para essa operação estava o soldado Ítalo de Andrade Pessoa, morto no mês passado. “É importante lembrar que os responsáveis pela morte de Ítalo também foram presos pela Força Tarefa, na semana passada”, concluiu.

Histórico de Conteúdo