Com início da fase 2 de reabertura, frota de ônibus é ampliada para 80% em Salvador
Foto: Reprodução / Urbaianos

A frota de ônibus de Salvador passou de 70% para 80% nesta segunda-feira (10). O aumento da oferta se deve ao início da fase dois de retomada das atividades econômicas, que prevê a reabertura de bares, restaurantes, salões de beleza e outros estabelecimentos.

 

Com isso, segundo a gestão municipal, 1.770 veículos passam a circular nos horários de pico: das 5h às 8h, das 8h às 12h e das 15h às 21h. A mudança prevê que a última viagem para o Centro será às 22h enquanto a de saída da região do Centro será às 23h. Nas estações de transbordo, permanece a programação atual, das 4h à meia-noite.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), essa ampliação vem ocorrendo de maneira gradativa, com base na evolução dos casos do novo coronavírus e também das fases de reabertura das atividades na cidade. Com isso, o aumento passou, inicialmente, de 30% para 55%, depois para 70% e agora chega a 80% do total. Quando a cidade entrar na fase três da retomada, o percentual será de 90% da frota, o'equivalente a 1.991 veículos em circulação.

 

Além disso, as estações de transbordo da Lapa, Pirajá, Acesso Norte e Mussurunga contam com profissionais distribuindo máscaras e borrifando álcool gel nas mãos dos passageiros das linhas de maior demanda. Esse serviço vai continuar enquanto durar a pandemia.

 

“É uma ação que estamos fazendo para contribuir para a diminuição da circulação do vírus na cidade. Quando a frota chegar em 100%, vamos passar também a medir a temperatura das pessoas com o termômetro digital de testa”, afirma o titular da Semob, Fábio Mota.

 

Até a fase um, a pasta estima que cerca de 500 mil pessoas na capital estavam utilizando o serviço de transporte coletivo por ônibus diariamente. O número representa 42% dos 1,3 milhão de passageiros que utilizam o modal todos os dias. Com novos postos de trabalho reabertos a partir de hoje, esse número deve aumentar.

Histórico de Conteúdo