Menino de 4 anos morto na própria festa de aniversário é enterrado; caso tem 3 versões
Foto: Reprodução/TV Globo

O menino Enzo, de 4 anos, foi enterrado nesta terça-feira (9), no Cemitério de Magé, após ter sido baleado durante sua própria festa de aniversário. O caso aconteceu no último fim de semana, em Piabetá, no Rio de Janeiro.

 

Enzo foi atingido no peito, o suspeito de ser autor do disparo, que participava da festa, foi preso em flagrante. Ele foi identificado como Pedro Vinícius de Souza Pedidor, de 21 anos, que entrou na casa da família com outros convidados. A polícia investiga se a arma que estava com o suspeito teria disparado acidentalmente.

 

O crime tem, até o momento, pelo menos três versões. Durante depoimento, o autor do disparo afirmou que o tiro foi acidental, que a arma caiu no chão e que a bala atingiu o menino. A mãe da vítima afirma que ouviu uma discussão de Pedro Vinícius com as crianças e que logo depois ouviu o barulho do tiro. Enquanto o pai de Enzo contou que o suspeito abraçou o menino e depois disparou.

 

De acordo com reportagem do G1, Pedro Vinícius de Souza Pedidor, responde por porte ilegal de arma e homicídio culposo. Se a investigação apontar que a versão do pai é a verdadeira a acusação contra Vinícius poderá mudar.

Histórico de Conteúdo