Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Sepultamentos em cemitérios municipais de Salvador crescem por conta da Covid-19
Foto: Reprodução/TV Paraíba

Durante o mês de maio houve crescimento no número de sepultamentos nos cemitérios administrados pela prefeitura de Salvador. A gestão atribui o aumento de demanda à pandemia do novo coronavírus. Enquanto no mês de abril 37 pessoas foram enterradas após morte por Covid-19, em maio o número saltou para 241 até esta sexta-feira (29).

 

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), que administra os cemitérios sob a responsabilidade do Executivo municipal, já  entregou entre março e abril, 460 gavetas no cemitério de Brotas. Em maio, também foram disponibilizadas mais 120 no cemitério de Paripe e, no início de junho, serão ofertadas mais 480 no de Plataforma. Isso totaliza 1.060 novas vagas.

 

De acordo com a pasta, o objetivo é evitar um colapso no setor.

 

A secretaria convocou, por meio de edital de licitação publicado no Diário Oficial do Município (DOM) do último dia 11, a empresa vencedora da licitação pública para a construção de mais 1.820 novas vagas. Essas já estão sendo construídas, com a previsão de entrega em um prazo de dois meses. Serão 1.160 novas vagas em Brotas e 660 em Plataforma.  


A prefeitura destaca que os sepultamentos nos cemitérios municipais podem ser feitos até as 17h. A Semop, através da Diretoria de Serviços Públicos (Dsep), adotou algumas medidas de proteção ao público em velórios nos cemitérios municipais e aos funcionários dos locais. As mudanças fazem das estratégias municipais para combate à disseminação no novo coronavírus e seguem as orientações dos órgãos de saúde. 

 

No caso óbitos por Covid -19, o corpo sai da funerária direto para o sepultamento, sem realização de velório e nenhum cerimônia. Nesses casos, o caixão fica fechado durante todo o tempo. Os coveiros receberam orientações de como manusear o caixão durante o sepultamento.

Histórico de Conteúdo