Kannário e José Nunes estão entre mais ausentes de votações online na Câmara
Fotos: Câmara dos Deputados

Os deputados federais da Bahia Igor Kannário (DEM) e José Nunes (PSD) estão na lista de parlamentares mais ausentes das sessões de votações virtuais da Câmara dos Deputados. Desde o início da pandemia, a Casa substitiu as sessões presenciais, em Brasília, pelas online, através de aplicativo nos celulares dos deputados. 

 

Das 64 sessões realizadas até o momento, Igor Kannário não marcou presença em 32, de acordo com levantamento do portal G1. José Nunes, por sua vez, não participou de 35 votações.

 

A equipe de reportagem analisou as 64 votações nominais ocorridas entre 25 de março a 25 de maio. As votações nominais são aquelas em que é identificado o posicionamento de cada parlamentar.

 

Procurados pela reportagem, os dois deputados justificaram as ausências. Igor Kannário disse, através de assessoria, que registrou apenas uma falta nas sessões virtuais e que "participou, neste período, de todas as votações importantes para combater o avanço da Covid-19". O parlamentar afirma que "assim como alguns de seus colegas, enfrentou instabilidade no sistema de deliberação remota em alguns dias de votação, impactando no número de votações nominais realizadas no período". "O deputado informa também que, no dia 14 de abril, não pôde participar completamente da última sessão iniciada devido a um problema de saúde".

 

O deputado José Nunes explicou que esteve presente em todas as sessões, mas que teve problemas técnicos para acessar o sistema de votação remoto da Câmara. "Minha residência eleitoral é em Euclides da Cunha, interior do estado, e infelizmente parte do interior da Bahia e do Brasil não são cobertos por internet banda larga, o que dificulta o acesso", justificou.

 

NA OUTRA PONTA
Os dados indicam que apenas 13 deputados federais participaram de todas as 64 votações durante o período de quarentena. Um parlamentar baiano aparece na lista: Cacá Leão (PP). 

 

A matéria do G1 ainda desta que 97,5% dos 513 deputados federais faltaram a pelo menos uma votação remota durante a quarentena.

Histórico de Conteúdo