Vereador da Bahia é preso em São Paulo após atirar contra policial militar
Foto: Divulgação / TSE

O vereador Ernesto de Santana, com mandato na Câmara de Monte Santo, no sertão da Bahia, foi detido em São Paulo nessa sexta-feira (22). Ele é acusado de tentar matar um policial militar depois de ter avançado contra o agente, tomado sua arma e efetuado disparos em sua direção no centro da capital paulista.

 

Além disso, ele vai responder pelos crimes de embriaguez ao volante e roubo consumado, segundo registro feito no 8ª Distrito Policial, no Brás, e encaminhado ao 1ª DP (Sé).

 

Segundo o G1 SP, essa não é a primeira vez que Santana é preso no estado. Em 2016, ele foi detido em Vargem, município do interior paulista por circular com um carro roubado. Quando foi flagrado com o veículo em um pedágio, ele alegou que estava na cidade para comprar o automóvel por R$ 10 mil, mas o carro era avaliado em R$ 60 mil na época.

 

Já no caso atual, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) contou que Santana conduzia uma Toyota Corolla quando avançou em direção à entrada de um estabelecimento comercial e quase atropelou o PM. Com isso, ele o agente começaram a discutir.

 

"O conflito estava encerrado quando o vereador avançou contra o policial e tomou sua arma. O PM então foi agredido com coronhadas e conseguiu fugir do local, após o indivíduo disparar em sua direção", acusou a SSP-SP.

 

Inicialmente, o vereador até tentou fugir de carro, mas após colidir contra uma mureta, ele foi alcançado pela polícia, recebeu atendimento médico e ficou preso. Já o PM ferido foi levado para um pronto-socorro.

Histórico de Conteúdo