Curso ensina a médicos regras de Telemedicina para seguir atendimento durante pandemia
Foto: Divulgação

Um curso vai ensinar médicos a como manterem o seu atendimento à distância durante a pandemia do novo coronavírus sem infringir as regras definidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). A iniciativa foi desenvolvida para tentar ajudar pacientes e profissionais, já que as regras de isolamento impedem a ida até o consultório.

 

Chamado de “Telemedicina na Pandemia: Atendimento não-presencial dentro das regras do CFM”, o projeto é desenvolvido pela Drª Karlla Drumond, advogada com formação em Direito Médico e Saúde pelo Instituto Paulista de Direito Médico e Saúde, especialista em Compliance pela PUC e professora de Ética em Saúde. Durante as aulas, os médicos poderão conhecer todo o protocolo da telemedicina e a legislação vigente para a realização de consultas on-line em conformidade com o Ministério da Saúde e o CFM.

 

Ela explica que o curso surgiu dentro de uma necessidade dos médicos atuarem pela internet durante a pandemia de cronavírus. “Ele poderá aplicar a medicina através da telemedicina de forma segura e prática, não infringindo nenhuma resolução, portaria e futura lei que está para sanção presidencial”, esclarece Drumond.

 

O curso tem 19 aulas que duram até 15 minutos cada. “A intenção é minimizar o tempo do médico e não dar uma aula de direito médico. O médico somente precisa saber como aplicar juridicamente falando a telemedicina sem medo”, conta.

 

Durante as aulas, os alunos aprendem ainda como avisar seus pacientes do atendimento on-line, cobrar consultas, emitir receitas médicas comuns e controladas, se resguardar juridicamente, e, principalmente, o que é proibido e permitido dentro do atendimento. Os interessados poderão adquirir o curso através do site http://treinamento.multiperformance.com.br/telemedicina-na-pandemia

Histórico de Conteúdo