Prefeitura pretende ofertar 500 vagas de abrigo a pessoas em situação de rua
Foto: Divulgação / Prefeitura de Salvador

O prefeito ACM Neto inaugurou, nesta manhã (25), o Centro de Referência Especializado Pop localizado, localizado na Rua Djalma Dutra, no Matatu. O novo equipamento tem como objetivo de oferecer assistência aos cidadãos em situação de rua em Salvador neste período de enfrentamento à pandemia do coronavírus. Ação contou ainda com a presença do vice-prefeito, Bruno Reis,e da secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos.

 

O Centro Pop da Djalma Dutra será um dos pontos de distribuição de alimentos à população em situação de rua neste período. A Estimativa da prefeitura é distribuir diariamente três mil refeições. A Ação do novo Pop está em consonância às realizadas pelo Movimento População de Rua da Bahia, com sede no Pelourinho. 

 

“Existem pessoas que estão passando fome nas ruas, por isso a Prefeitura está assumindo a alimentação e também a higienização. Vamos disponibilizar três contêineres para higiene pessoal e já foi realizada a contratação de uma lavanderia industrial móvel para atuação em locais de maior concentração de pessoas em situação de rua”, informou ACM Neto.

 

O prefeito ainda complementou que a meta da gestão municipal é, até a próxima segunda-feira (30), disponibilizar 500 vagas para abrigamento das pessoas em situação de rua. Desse total, 350 já estão definidas. “A prioridade fundamental neste momento é tirar as pessoas da rua e colocar em um desses abrigos da Prefeitura, alugando hotéis e motéis e, se for preciso, requisição administrativa desses equipamentos para quem se recusar a alugar o espaço para assegurar que todas as pessoas que queiram acolhimento possam ser abrigadas”, disse.

 

O Centro Pop é uma das portas de entrada da política de assistência social aos serviços ofertados à população em situação de rua, com serviços como encaminhamento a benefícios sociais. Além disso, se constitui um espaço de referência para o convívio grupal, social e o desenvolvimento de relações de solidariedade, afetividade e respeito, com a promoção de oficinas e cursos. No entanto, durante o período de combate à transmissão do Covid-19, o Centro Pop funcionará das 8h às 17h.

 

Histórico de Conteúdo