Quarta, 26 de Fevereiro de 2020 - 13:54

'Quero saber se o governador é a favor ou contra os ambulantes', questiona ACM Neto

por Ulisses Gama / Ailma Teixeira

'Quero saber se o governador é a favor ou contra os ambulantes', questiona ACM Neto
Foto: Ulisses Gama / Bahia Notícias

Em meio à coletiva de avaliação do Carnaval de 2020, o prefeito ACM Neto (DEM) foi questionado sobre o impacto do número de ambulantes nos principais circuitos da festa. De um lado, os comandos da Polícia Militar e da Secretaria de Segurança Pública apontam que houve um aumento na quantidade de ambulantes no espaço, o que contribuiu para o aumento das brigas. Do outro, a Prefeitura de Salvador nega esse aumento e minimiza as mudanças no espaço após a reforma na orla.

 

"Eu quero saber se o governador é a favor ou contra os ambulantes", rebateu Neto ao responder a pergunta de uma repórter na tarde desta Quarta-feira de Cinzas (26). "Eu não vou ficar debatendo isso com a polícia, não houve um ambulante a mais. Agora, são pais e mães de família, o Carnaval é feito também para essas pessoas. Eu não sou a favor de tirar os ambulantes da rua, eles têm que trabalhar. Como harmonizar e como dispor é outra história", acrescentou o prefeito.

 

Na segunda (24), o titular da SSP-BA, Maurício Barbosa, disse que o Carnaval deste ano ganhou "barreiras de isopores", que atrapalhavam a circulação de pessoas. Na ocasião, ele também reclamou dos sombreiros incluídos no kit dos ambulantes, pois, no momento das confusões, eles eram usados como armas (saiba mais aqui e aqui).

Histórico de Conteúdo