Segunda, 17 de Fevereiro de 2020 - 15:00

Rui Costa compara imprensa ao 'controle de qualidade em uma fábrica'

por Rodrigo Daniel Silva / Jade Coelho

Rui Costa compara imprensa ao 'controle de qualidade em uma fábrica'
Foto: Fernando Vivas/GOVBA

O trabalho da imprensa foi saudado e comparado ao controle de qualidade de uma fábrica pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), nesta segunda-feira (PT). Na ocasião, o petista ainda ressaltou que defende uma imprensa livre e democrática, e que não se deve esperar aplausos.

 

"99% dos produtos que passam conforme especificação técnica da fábrica servem e passam pelo controle de qualidade sem ser destacado e ser elogiada. Mas eventualmente 1% que tem defeitos de fabricação esses são destacados pelo controle de qualidade", argumentou Rui.

 

"Não esperemos nós que os 99,9% do bom trabalho, da boa dedicação, seja exaltada ou destacada. Esperemos nós que como controle de qualidade o que será destacado seja o 0,1% que não sair dentro da conformidade, mas é assim, não adianta ficar indignado, reclamar, porque esse é o formato", analisou Rui.

 

A fala do governador da Bahia se dá depois do presidente Jair Bolsonaro tecer críticas e dar "banana" a jornalistas depois de ser questionado sobre as reformas que estão sendo feitas na biblioteca da Presidência para receber a equipe da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

 

Após as reformas, a biblioteca receberá os responsáveis pelo programa Pátria Voluntária, coordenado por Michelle. Questionado sobre as obras, Bolsonaro disse que os jornalistas "só se preocupam com besteira". “Vocês só se preocupam com besteira. Nenhum livro vai embora, vai ficar tudo lá”, disse. "A primeira-dama faz um trabalho de graça para o Brasil. Então, em vez de vocês elogiarem, vocês criticam. Tenha paciência", disse o presidente.

Histórico de Conteúdo