Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

'De que adianta o Rui buscar investimentos se não tem infraestrutura', cutuca Azi
Foto: Bahia Notícias

O deputado federal Paulo Azi cutucou nesta segunda-feira (18) mais uma vez o governador Rui Costa (PT). O presidente do DEM baiano disse que Rui debocha da população numa nova viagem acintosa à Europa. “Enquanto o governador dá as costas para Salvador, em inacabáveis férias pela Europa que ele escandalosamente chama de missão, a Bahia perdeu posição para Santa Catarina e agora é a sétima economia nacional”, ressalta o deputado.

 

Segundo Azi, o governador tem viajado muito para a Europa, já foi à Alemanha, Espanha, França, mas o resultado dessas viagens nunca foi apresentado à sociedade baiana. “É gasto do dinheiro público em viagens turísticas. E sempre debochando da população. Até à China sua comitiva já foi e nada de bom para o estado foi efetivado. Em 2015, a comitiva do governador e o então secretário de turismo Nelson Pelegrino inventaram o Dia da Bahia em Milão para apresentar um festival de quadrilhas de São João aos italianos”, recorda Azi. 

 

O deputado acrescenta que, em junho de 2019, “o governador foi à Espanha para buscar investimentos para a construção de um Centro de Convenções, sendo que a prefeitura de Salvador já havia construído um novo, devido à incompetência deles. O fato é que esse governo não tem um projeto de desenvolvimento para o estado, e segue há anos com uma infraestrutura inadequada, incapaz de atrair as grandes empresas”, ressalta Azi.

 

Ainda segundo o deputado, “está mais do que claro que essa viagem do governador será mais um passeio fracassado pela Europa, afinal qual o investidor que vai querer apostar em um estado que não oferece uma infraestrutura adequada para receber grandes empreendimentos? questiona Azi.

 

De acordo com o deputado, “a Bahia definha de mês em mês, acumulando falências de empresas e um número de desempregados que só faz aumentar. É lamentável o que esse grupo político vem fazendo com a Bahia”, frisa o deputado. “O governador chegou a sugerir que os franceses façam investimentos no setor de Segurança da Bahia, mas até hoje não explicou onde foram parar os quase R$ 300 milhões que deveriam ter sido investidos na Central de Operações e Inteligência que, segundo a propaganda oficial do governo, seria a maior da América do Sul”.

Histórico de Conteúdo