Quinta, 17 de Outubro de 2019 - 14:00

Dayane se opõe a Eduardo na liderança do PSL, mas nega agir contra Bolsonaro

por Rodrigo Daniel Silva

Dayane se opõe a Eduardo na liderança do PSL, mas nega agir contra Bolsonaro
Foto: Divulgação

Única deputada federal do PSL na Bahia, Dayane Pimentel se posicionou contra o colega Eduardo Bolsonaro assumir a liderança do partido na Câmara dos Deputados, mas negou, nas redes sociais, agir contra o presidente Jair Bolsonaro, que  articula para o filho ser o novo líder. 

Com a posição contrária a Eduardo, Dayane mostrou integrar a ala fiel ao presidente do partido, Luciano Bivar, que nos últimos dias entrou em rota de colisão com o presidente da República. Bivar quer manter o Delegado Waldir (PSL-GO) na liderança da sigla.

"Assinei a lista que me pediram para assinar. Não assinei contra ninguém, assinei a favor do que o partido me solicitou, pois foi esse o compromisso que fizemos no início do mandato, Delegado Waldir não era meu voto, mas aceitei a decisão da maioria, inclusive foi a opção de Eduardo. [...] Apoiei Eduardo para embaixada, e o apoiarei sempre que necessário. Apoio o presidente Bolsonaro dia e noite, apoio toda equipe governamental. Cobram o que mais de mim? Minha anulação como ser humano, meu 'amém' para absolutamente tudo mesmo quando não sou consultada?", questionou. 

Histórico de Conteúdo