Carlos Bolsonaro pede licença da Câmara de Vereadores para tratar de assuntos particulares
Foto: Caio Cesar/CMPRJ

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC) pediu licença não remunerada da Câmara Municipal do Rio de Janeiro no último dia 6 de setembro, segundo o jornal Folha de São Paulo. 

De acordo com a publicação, o legislador argumentou que a licença não remunerada é para tratar de assuntos particulares e tem um período máximo de 120 dias por sessão legislativa. 

Carlos tem acompanhado o pai desde sábado (7), quando o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se internou em São Paulo para sua quarta cirurgia após a facada que sofreu no ano passado.

Histórico de Conteúdo