'Imóveis que servem apenas de camarote na Barra terão atividade proibida', diz prefeito
Foto: Divulgação

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afirmou, nesta sexta-feira (28), que aqueles imóveis do bairro da Barra, que ficam fechados o ano inteiro e que servem apenas como camarotes ocasionais durante o Carnaval, não terão mais autorização para funcionar nessa atividade. 

"A minha determinação à Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo é que esses camarotes sejam proibidos de funcionar já a partir de agora", declarou o prefeito, ao comentar o decreto publicado nesta sexta no Diário Oficial do Município que garante nova regulamentação às atividades comerciais no bairro e no seu entorno.

Segundo o democrata, com essa mudança, a prefeitura dará continuidade às ações em prol da requalificação da Barra e do entorno do bairro. "O que é um desejo não só da Prefeitura, mas também dos moradores e daqueles que frequentam essa área importante da cidade", acrescentou ACM Neto. 

O artigo primeiro do decreto determina que os pedidos de licenciamento de empreendimentos e atividades a serem desenvolvidas na área que vai da encosta da Ladeira da Barra até o Morro da Aeronáutica, já em Ondina, serão analisados e aprovados pela Comissão Normativa da Legislação Urbanística (CNLU), de acordo com as diretrizes estabelecidas pelo Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e da Lei de Ordenamento do Uso e da Ocupação do Solo (Louos).



Histórico de Conteúdo