Segunda, 03 de Junho de 2019 - 12:40

'É inegável que a reforma da Previdência precisa acontecer', diz presidente da CNM

por Francis Juliano / Rodrigo Daniel Silva

'É inegável que a reforma da Previdência precisa acontecer', diz presidente da CNM
Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias

Presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, defendeu, nesta segunda-feira (3), a aprovação da reforma da Previdência enviada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional. Segundo ele, é preciso que se aprove, no entanto, com alterações no texto.

Aroldi se mostrou contra a proposta governista de alterar o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e a aposentadoria rural. "Um ou outro ponto precisa ser modificado na proposta do governo. (Agora), é inegável que a reforma da Previdência precisa acontecer", declarou, em entrevista ao Bahia Notícias, durante a marcha dos prefeitos em Salvador. 

Para ele, também é preciso que se aprove a reforma tributária "para o país voltar a crescer". Aroldi defendeu a unificações das eleições. Segundo ele, a eleição municipal custa hoje R$ 12 bilhões. "Isso é bom para o Brasil? É claro que não", pontuou. 



Histórico de Conteúdo