Quarta, 15 de Maio de 2019 - 11:23

'Corte na Educação é um crime contra o Brasil', diz vereadora, em protesto 

por Ailma Teixeira / Rodrigo Daniel Silva

'Corte na Educação é um crime contra o Brasil', diz vereadora, em protesto 
Foto: Ailma Teixeira / Bahia Notícias

No protesto desta quarta-feira (15) contra os cortes na Educação (veja aqui), a vereadora de Salvador, Aladilce Souza (PCdoB), reclamou do congelamento de verbas na área.  A comunista classificou a medida como "um crime contra o Brasil".

"Eu considero que este é um ato cívico em defesa da nação brasileira. Corte na Educação seja na superior ou na básica é um crime contra o Brasil. Não podemos aturar isso. Por isso, a população toda está unida", disse, em entrevista ao Bahia Notícias.  

O ato, que acontece no Campo Grande, em Salvador, reúne professores e estudantes contra os governos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que anunciou corte de 30% no orçamento das universidades e institutos, e o de Rui Costa (PT), que enfrenta uma greve dos docentes universitários na Bahia.

Histórico de Conteúdo