Comandante do Exército pede que militares fiquem fora de reforma da Previdência
Foto: Marcos Corrêa / PR

O novo comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, quer que os militares fiquem de fora da reforma da previdência. Em entrevista concedida nesta sexta-feira (11) ele defendeu que o sistema em vigor não seja alterado.

 

"Olha, a nossa intenção, minha como comandante do Exército, nós não devemos modificar o nosso sistema, se perguntarem a minha opinião como comandante do Exército", declarou Pujol após a cerimônia em que assumiu o comando do Exército.

 

Atualmente, os militares já possuem um sistema previdenciário diferente do que é aplicado para trabalhadores da iniciativa privada e do funcionalismo público. O presidente Jair Bolsonaro já afirmou que deve encaminhar um novo projeto de reforma em fevereiro, com a retomada das atividades no Congresso Nacional.

Histórico de Conteúdo