Quinta, 20 de Dezembro de 2018 - 00:00

Oposição na Câmara adia reunião e ainda não sabe quando começa a discutir troca de líder

por Guilherme Ferreira

Oposição na Câmara adia reunião e ainda não sabe quando começa a discutir troca de líder
Foto: Reginaldo Ipê / Divulgação

A bancada de oposição na Câmara de Vereadores de Salvador ainda não definiu quando vai discutir a troca na liderança do bloco. Uma reunião estava marcada para esta quinta-feira (20), mas a ausência de integrantes do grupo forçou um adiamento e uma data para o início das conversas ainda está sendo negociada.

 

"Tem alguns vereadores que não estão na cidade e nós precisamos remarcar", explicou a vereadora Marta Rodrigues, líder da bancada de oposição na Câmara, em entrevista ao Bahia Notícias nesta quarta (19). Apesar do período de festas de fim de ano, ela confia que as discussões sobre a sua sucessão podem acontecer ainda em 2018.

 

"Eu postei lá no grupo pra ver. Se alguém confirmar e sugerir a gente faz ainda esse ano. A gente só faz a reunião com a presença de todo mundo", afirmou Marta, que está há um ano à frente da oposição. "É bom todo mundo falar, dar sua opinião", comentou.

 

RESPOSTA A MUNIZ

Um comentário feito por um integrante da oposição, no entanto, não agradou Marta. O vereador Carlos Muniz (Pode) declarou que pode haver um racha na bancada caso Sidninho (Pode) não seja o próximo líder do grupo (veja mais). Para a vereadora do PT, Muniz deveria ouvir a opinião coletiva antes de se pronunciar sobre o caso.

 

"Cada um tem que expressar sua opinião, mas antes tem que saber do coletivo. O coletivo não se reuniu", criticou a vereadora. "É uma coisa tão desnecessária. Não teve nenhuma reunião nossa. A gente estava nesse turbilhão de projetos do Executivo", disse Marta sobre o comentário de Muniz.

 

O Podemos diz ter feito um acordo para receber o apoio do PT na escolha do próximo líder da oposição na Câmara (veja mais). Questionada sobre a situação, Marta afirma que "qualquer um tem direito de pleitear" o posto. Nos últimos anos, o bloco vem realizando um rodízio para alternar os partidos que ocupam a liderança.

Histórico de Conteúdo