Jovem agredida no Rio Vermelho concluiu exame pericial; Polícia Civil investigará caso
Foto: Reprodução / Leitor BN pelo Whatsapp

A Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) concluiu a formalização da denúncia de agressão contra a jovem Janaína Barata, que saiu ferida após uma ação policial na noite deste domingo (28), no Rio Vermelho (lembre aqui). 

 

Equipes da Polícia Civil colheram o depoimento da estudante, que em seguida foi encaminhada ao Departamento de Polícia Técnica, onde foi realizado o exame de corpo de delito. 

 

Em depoimento, Janaína relatou que havia uma confusão generalizada e que, ao sair em defesa de um homem que estava sendo abordado por um policial militar, foi surpreendida com o cheiro de gás de pimenta. 

 

Disse ainda que ficou desnorteada com cheiro forte e não se recordar se o ferimento na cabeça foi causado pela queda ou por uma pancada de cassetete. No entanto, afirmou que colegas contaram que ela havia sido agredida por uma policial feminina. Todas as versões serão investigadas pela Polícia Civil.

 

Os três policiais militares que participaram da ocorrência também prestaram depoimento na Corregedoria da Polícia Militar. Eles contaram que foram agredidos, após tentarem apartar brigas e início de tumulto entre militantes de direita e esquerda, não havendo outro recurso se não o uso da força. 

 

A Corregedoria da SSP e a Polícia Civil (7ª Delegacia Territorial) investigam também a versão com uso de imagens registradas por testemunhas.  Ainda na noite de domingo, o governador Rui Costa (PT) determinou apuração rigorosa do dos atos de violência que ocorreram (veja aqui).

Histórico de Conteúdo