Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Após ‘perder’ disputa na Câmara, Cunha pauta projeto que aumenta gastos do governo
Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu realizar dois atos de “demonstração de força” após seu aliado, Hugo Motta (PMDB-PB), perder a eleição para liderar a bancada do partido na Casa. De acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, a primeira reação será colocar em votação a PEC que aumenta o gasto mínimo da União com saúde. Proposto por Vanderlei Macris (PSDB-SP), o projeto eleva de 15% para 18,7% o investimento mínimo no setor até 2020 – o que engessaria ainda mais o orçamento já comprometido do governo federal. O segundo ato é nomear Índio da Costa, pré-candidato do PSD à prefeitura do Rio de Janeiro, para relatar a Lei da Olimpíada. A nomeação serve como espécie de vitrine para Costa, que disputará contra Pedro Paulo (PMDB-RJ), aliado de Leonardo Picciani. Secretário do prefeito Eduardo Paes (PMDB), Pedro Paulo se licenciou do cargo para reassumir o mandato de deputado e ajudar a derrotar Motta na disputa com Picciani.


Histórico de Conteúdo