Pastor se apresenta à polícia em Vitória da Conquista, mas nega participação em crime
Foto: Reprodução / Blog do Anderson
O pastor Edimar Santos Brito, de 37 anos, se apresentou no Distrito Integrado de Segurança Pública de Vitória da Conquista na noite desta terça-feira (27) em meio às acusações contra ele de ter participado do sequestro e da morte da pastora Marcilene Oliveira Sampaio e a prima dela, Ana Cristina Sampaio. Segundo informações do Blog do Anderson, ele se entregou à polícia às 23h e negou participação no crime. “Eu não mandei, não fiz eu não tenho nada a declarar. Na presença do juiz eu falo”, declarou Edimar a jornalistas no local. O advogado do pastor havia garantido em entrevista à TV Cabrália que seu cliente iria se entregar ainda ontem. A polícia suspeita que Edimar tenha cometido o crime por vingança, pois Marcilene e o marido planejavam abrir um novo templo. Ainda de acordo com o Blog do Anderson, outros dois suspeitos de envolvimento no caso estão detidos no Presídio Advogado Nilton Gonçalves.

Histórico de Conteúdo