Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Quinta, 22 de Outubro de 2015 - 15:45

STF mantém prisão preventiva de Marcelo Odebrecht

STF mantém prisão preventiva de Marcelo Odebrecht
Foto: Reprodução / Globo News
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki negou nesta quinta-feira (22) o pedido de liberdade feito pela defesa do presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, após novo pedido de prisão preventiva, feito nesta segunda (19). O executivo foi preso há mais de 120 dias por participação no esquema de desvios e propina da Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, Zavascki afirma na decisão que não encontrou “ilegalidade flagrante” no pedido de prisão feito pela Justiça Federal do Paraná. O magistrado ainda argumentou que há indícios de que Marcelo poderia interferir nas investigações, o que justificaria a manutenção da detenção. “A necessidade de custódia cautelar do requerente está justificada em razão da sua posição de liderança, na condição de presidente das empresas do grupo Odebrecht, em tese, orientando as supostas atividades criminosas do demais corréus, assim como em razão de sua atuação específica em fatos que revelam fortes indícios de interferência na colheita de provas durante as investigações”, apontou.

Histórico de Conteúdo