Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Corte Europeia rejeita recurso de Pizzolato; extradição deve ocorrer na quarta
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil
A Corte Europeia de Direitos Humanos, sediada em Estrasburgo, na França,  rejeitou o pedido do ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato de suspensão, mesmo que em caráter liminar, a transferência dele para o Brasil, aprovada pela Justiça italiana na última semana. Com a Polícia Federal já na Itália desde a noite desta segunda (5), a expectativa é de que Pizzolato seja extraditado nesta quarta (7) por volta das 22h10, de acordo com o acordo feito entre as autoridades dos dois países. Ele está detido na cidade de Módena. Segundo informações do jornal O Globo, a equipe da PF responsável por escoltá-lo é composta por três policiais e uma médica, que prestará assistência em caso de qualquer emergência. A prisão do ex-diretor e de outros condenados do mensalão foi decretada no dia 15 de novembro de 2013. Meses antes, ele havia fugido para a Itália, por acreditar que a dupla cidadania impediria sua extradição, que inicialmente foi negada pela Justiça italiana. Após diversos recursos, o Conselho de Estado confirmou a extradição. A Corte Européia era a última instância a recorrer. 

Histórico de Conteúdo