Iphan: Quase metade dos imóveis fiscalizados no Santo Antônio tem irregularidades
Foto: Divulgação / Iphan
Mais de 47% dos 695 imóveis fiscalizados no bairro de Santo Antônio Além do Carmo, no Centro Histórico de Salvador, possuem alguma intervenção ou obra irregular que descaracteriza e altera o padrão original do edifício. As irregularidades foram identificadas durante fiscalização da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Bahia (Iphan-BA) na região, que é tombada e classificada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco). De acordo com o Iphan, 331 imóveis fiscalizados apresentavam intervenções como instalação de antenas de TV, aparelhos de ar-condicionado, tubos de drenagem ou pinturas inadequadas. Foram expedidas notificações e lavrados autos de infração, que podem render multas aos donos que promoveram as modificações. Após a ação, o órgão enviou ofícios para as secretarias municipais de Urbanismo (Sucom) e da Fazenda, solicitando a qualificação dos proprietários das casas e prédios.

Histórico de Conteúdo