Taboão: Iphan orienta demolição de imóvel que desabou; elevador será recuperado
Fotos: Divulgação/Iphan
A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) orientou à Defesa Civil de Salvador (Codesal), neste sábado, a realizar a demolição cuidadosa dos remanescentes e a retirada dos escombros do imóvel que desabou na Rua do Taboão, no Comércio. De acordo com o Iphan, o casarão integra proposta de reabilitação do governo, por meio da Conder, de implantação de programa habitacional.

O desabamento parcial afetou o edifício mais baixo, no qual funcionava o acesso ao Elevador do Taboão, e bloqueou o final da ladeira, impedindo o tráfego de veículos e pedestres no local. A fachada do prédio já havia passado por escoramento realizado pela prefeitura em 2011. O Iphan informou ainda que realiza investimentos para proteger o imóvel do Centro Histórico e que o projeto para recuperação total do Elevador do Taboão foi concluído e que as obras devem começar no segundo semestre de 2015. O projeto inclui a recuperação de um dos edifícios vizinhos ao que desabou.

Histórico de Conteúdo