Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Deputados vão ter reajuste de 18% em verbas para gabinete; custo será de R$ 11 milhões por ano
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT), irá aumentar a verba de gabinete para os deputados, de R$ 78 mil para R$ 92 mil. O reajuste de 28% irá provocar um aumento de R$ 11 milhões no orçamento, de acordo com o jornal A Tarde. O argumento utilizado pelo presidente é o de igualar o repasse da AL-BA ao que os parlamentares de Brasília recebem. “Desde o descobrimento do Brasil é assim. Todos os estados deram. Os deputados conversaram comigo e eu achei justo dar”, disse Nilo, que foi pouco específico para esclarece de onde sairá o dinheiro a mais. O reajuste é alheio à política do governador do estado e aliado de Nilo, Rui Costa (PT), que pregou um “aperto de cinto” em 2015 por conta da crise econômica, e também à crise financeira da própria Assembleia – que perdeu disputa jurídica com servidores e revogou decisão que aumentava o repasse para cargos políticos.

Histórico de Conteúdo