Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

PRE aciona deputado federal e ex-candidato do PCdoB por compra de votos
Foto: Bahia Notícias
O deputado federal reeleito Daniel Almeida e o candidato a deputado estadual derrotado nas urnas, Luciano Soares, ambos do PCdoB, foram acionados pela Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) por suposta compra de votos. Os dois teriam usado um mutirão de audiências realizado pela Justiça Federal em Irecê, dentro da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), para oferecer alimentação e assistência jurídica, em um trailer estacionado próximo ao local, que faria propaganda para os candidatos. O fato foi flagrado por inspeção de um promotor eleitoral no local, após denúncia feita pelo juiz federal do município, Eudóxio Paes. Tanto Almeida quanto Soares negam a captação ilícita dos votos. "Só fiquei sabendo do episódio quando fui notificado, há cerca de 15 dias. Não fui lá, não tinha material produzido por mim. Tudo isso foi apresentado na contestação que fiz e tenho certeza que ficará fartamente provado", afirmou o deputado federal. "Foi um mal-entendido. Não houve pedido de voto em troca dos serviços de advocacia. Nosso escritório tem oito anos atuando na área previdenciária. Quando tem mutirão, o próprio pessoal da Justiça pede para a gente levar a estrutura", disse Soares. A PRE pede aplicação de multa de mil a R$ 50 mil Unidade de Referência Fiscal (Ufirs), além da cassação do registro ou diploma. Informações do A Tarde.

Histórico de Conteúdo