Polêmico em suas declarações sobre direitos humanos, o deputado estadual de São Paulo Coronel Telhada (PSDB) destilou frustração com o resultado nas urnas neste domingo (26) sugerindo que o Sul e o Sudeste declarem independência do Brasil. Em um post no Facebook, o policial militar clamou por “um São Paulo livre da corrupção e do PT”. “Já que o Brasil fez sua escolha pelo PT entendo que o Sul e Sudeste (exceto Minas Gerais e Rio de Janeiro que optaram pelo PT) iniciem o processo de independência de um país que prefere esmola do que o trabalho, preferem a desordem ao invés da ordem, preferem o voto de cabresto do que a liberdade. Porque devemos nos submeter a esse governo escolhido pelo norte e Nordeste?”, questionou o tucano. “Eles que paguem o preço sozinhos...”, completou. Nesta segunda-feira (27), o tom adotado foi mais cometido. “É incrível como pessoas mal intencionadas, que se sentem incomodadas com minhas posturas deturpam e mentem sobre minhas palavras. Jamais falei mal do povo nordestino e isso nunca acontecerá...”, ponderou Telhada. “Culpei e culpo pela vitória do atual governo federal os 30.137.317 de eleitores que se abstiveram nessa eleição, com votos brancos, nulos ou simplesmente não votaram. Esses, com essa atitude medíocre, são os verdadeiros responsáveis pelos próximos quatro anos de governo federal”, reclamou o deputado estadual, também em seu perfil no Facebook.

Histórico de Conteúdo