Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Fidel Castro afirma que China e Rússia devem liderar economia mundial
Foto: China Daily Mail / Reprodução
O ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, aproveitou a visita dos chefes de Estado da Rússia e da China (Vladimir Putin, e Xi Jiping, respectivamente), para tecer elogios aos dois países pela situação política atual. Nesta terça-feira (22), o ex-líder revolucionário publicou um artigo no jornal oficial Granma, em que afirma que as duas nações irão liderar um novo mundo e que "permitirão a sobrevivência humana se o imperialismo não desatar antes uma criminosa e exterminadora guerra". Além disso, Fidel elogiou os acordos feitos pelo BRICs, bloco formado por Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul, por representar defesa de um sistema multilateral de comércio aberto, transparente, inclusivo e não discriminatório. Jiping e Putin participaram da reunião do grupo em Fortaleza na última semana e aproveitaram para fazer um giro pela América Latina. Eles passaram por Brasil, Argentina e Venezuela e o presidente chinês aproveitou para firmar 38 pactos comerciais e de cooperação com o líder venezuelano, Nicolás Maduro. Os convênios incluem US$ 4 bilhões destinados a projetos de desenvolvimento e US$ 14 bilhões para habitação e transporte.

Histórico de Conteúdo