Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Agentes da Transalvador vão aplicar multas com celular a partir de setembro
A 'canetada' dará lugar ao uso de smartphones. Foto: Divulgação
A partir de setembro, todo sistema de multas da Transalvador já será informatizado, que  já deve contar com os primeiros celulares para o uso no sistema talonário eletrônico. Ao total, serão 600 smartphones ainda em 2014. Os agentes vão abandonar o modelo antigo e todo o processo será digitalizado, menos o papel enviado para o motorista em sua casa. Segundo o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, a mudança oferecerá mais segurança, agilidade e transparência no processo. “Atualmente, um agente vê um condutor cometendo a infração e anota os dados do veículo. O que já pode ocasionar um erro, caso o profissional anote o número com grafia dúbia”, disse o gestor. No processo atual, a notificação é encaminhada ao setor de processamento de multas, onde os dados serão digitados e enviado ao banco de dados do órgão. Depois, a multa vai para a gráfica, para depois ser enviada ao infrator, um processo que leva entre 20 e 25 dias. Depois da implantação do novo sistema,  a expectativa é que a notificação chegue na casa do motorista entre 10 e 12 dias. Segundo Muller, Salvador é uma das poucas capitais brasileiras que ainda não implementou esse sistema. Desde o último dia 30 de junho, a Transalvador já recebeu três propostas de empresas que se candidataram à licitação, uma de Salvador, uma de Minas Gerais e outra do Rio de Janeiro. Quem vencer receberá cerca de R$ 30 milhões neste período. As informações são do Correio.


Histórico de Conteúdo