Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Papa Francisco se reúne com seis vítimas de abuso cometido pelo Clero e pede perdão
Foto: Divulgação
O papa Francisco se reuniu nesta segunda-feira (7), no Vaticano, com seis vítimas de abusos sexuais cometidos por membros do Clero. Os três homens e três mulheres da Alemanha, Inglaterra e Irlanda, cujas identidades não foram reveladas, assistiram a uma missa celebrada pelo pontífice em sua residência. Na ocasião, o líder religioso pediu perdão pelos pecados de omissão dos líderes da Igreja em relação às agressões. Depois da celebração, cada uma das vítimas teve uma audiência privada com ele, que afirmou que não toleraria abuso de menores por parte de católicos. A reação do papa se deu depois que a Organização das Nações Unidas (ONU) acusou o Vaticano de violar a Convenção contra a Tortura nos casos em que poderia ter impedido os abusos sexuais, mas não o fez, e nas ocasiões em que não investigou ou denunciou os atos criminosos.


Histórico de Conteúdo