Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Caso José Pereira: Em vídeos, vizinhos afirmam inocência de guarda condenado por homicídio
Guarda foi condenado a 24 anos de prisão | Foto: Bahia Notícias
Os vizinhos do guarda municipal de Lauro de Freitas, José Pereira, condenado a 24 anos de prisão por estupro e homicídio de uma adolescente de 16 anos, em Vila de Abrantes, em 2011, em vídeo, testemunham pela inocência do acusado, cuja família mora no bairro do Curuzu, em Salvador. De acordo com a vizinha Taiane Oliveira, ela estava com ele no dia 28 de junho de 2011, quando a adolescente Adriane Melo de Jesus foi morta. “Eu estava com ele, junto com a comunidade, e gostaria de dizer que ele é inocente. No primeiro depoimento que teve, a gente estava presente, demos o depoimento e, na segunda fase, eles não chamaram a gente. Ele merece uma segunda oportunidade”, declara. Confira esse e outros depoimentos dos vizinhos do guarda municipal na coluna Justiça.

Histórico de Conteúdo