Funcionárias do Shopping Barra fazem abaixo-assinado contra uso de sanitário por travesti
Insatisfeitas com o uso do sanitário feminino por um empregado de uma lanchonete que é travesti, 21 funcionárias de lojas do Shopping Barra encaminharam um abaixo-assinado à direção do centro de compras para pedir providências, segundo a coluna Tempo Presente desta quinta-feira (9), do jornal A Tarde. “Estamos nos sentindo constrangidas”, escreveram no documento. A publicação lembra que o Grupo Gay da Bahia (GGB) sempre se posicionou contra a construção de sanitários para o chamado terceiro sexo, por entender que quem vive socialmente como mulher deve ter o direito de utilizar o sanitário feminino.

Histórico de Conteúdo