Sábado, 14 de Dezembro de 2013 - 00:00

Mais velho que estátua do Rio, Cristo Redentor da Barra pode ser tombado

por Alexandre Galvão

Os baianos que gostam de assistir ao pôr-do-sol aos pés da estátua do Cristo da Barra não imaginam, mas ele é 20 anos mais velho do que o famoso e aclamado Cristo Redentor do Rio de Janeiro e poderá, futuramente, ser tombado como patrimônio da cidade. O vice-líder do governo na Câmara Municipal de Salvador (CMS), vereador Léo Prates (DEM), apresentou projeto de indicação que pede ao Instituto do Patrimonio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) o tombamento da obra que foi esculpida pelo italiano Pasquale de Chirico, em Gênova, e trazida para a Bahia a pedido do desembargador judeu convertido ao catolicismo José Botelho Benjamin. Segundo o requerimento do democrata, o ato seria um “reconhecimento do valor cultural de um bem, que o transforma em patrimônio oficial e institui regime jurídico especial de propriedade”. O tombamento visa também a proteção do patrimônio histórico e artístico nacional. Para valer, o projeto precisa ser acatado pelo prefeito ACM Neto.

Histórico de Conteúdo