A polícia de Feira de Santana procura um grupo de cinco pessoas acusadas de drogar e abusar sexualmente de duas meninas de 10 e 11 anos, abordadas em frente à Escola Municipal Maria da Glória, onde estudam, na tarde desta terça-feira (26). De acordo com depoimentos das próprias vítimas ao jornal A Tarde, uma mulher grávida que elas já conheciam as chamou até sua casa, onde foram trancadas em um quarto e obrigadas a consumir bebida alcoólica e drogas e depois foram beijadas e acariciadas por três homens durante cerca de três horas. Após o abuso, as crianças foram deixadas na rua e acabaram foram encaminhadas, por populares, ao Hospital Estadual da Criança (HEC). Segundo a tiutular da Delegacia de Repressão a Crimes contra Criança e Adolescente (Derca), Martine Veloso, alguns envolvidos no crime já foram identificados. "É um caso complicado, mas estamos em diligência para localizar e prender estas pessoas. Uma coisa que me chama atenção é que uma das mulheres está grávida e mesmo assim sai por aí aliciando meninas para a prática de abuso sexual", pontuou. As meninas serão encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), para a realização de exames. 

Histórico de Conteúdo