Laudo sobre imagens do acidente que matou irmãos em Ondina pode dar reviravolta no caso
Foto: Reprodução
O laudo oficial das imagens do acidente que matou os irmãos Emanuel, 21, e Emanuelle Gomes, 23, pode causar uma reviravolta no caso. O documento, produzido pela Coordenação de Perícias em Audiovisuais da Polícia Civil e adicionado aos autos do processo nesta quarta-feira (27), conclui que as câmeras que filmaram o local do acidente não registram “o momento exato do contato entre os veículos”. Segundo matéria do Correio, o laudo diz que, em razão da ausência do registro do suposto instante da batida, ocasionado pela presença de árvores entre a câmera e os veículos, as imagens são dadas como inconclusivas e não comprovam que houve o choque entre a moto e o carro conduzido pela média Kátia Vargas. No outro laudo de perícia da Polícia Civil, produzido pela Coordenação de Engenharia Legal, também ficou constatado que os danos verificados na moto pilotada por Emanuel “são típicos daqueles produzidos pelo impacto de veículo contra obstáculo fixo”, que, na interpretação dos advogados de defesa da médica, seria o poste. Um CD com as imagens do acidente também foi avaliado pela Polícia Civil, que constatou a originalidade do material, que segundo a PC, não tinha sofrido nenhum tipo de adulteração. Oito testemunhas do caso devem ser ouvidas nesta sexta-feira (29).


Histórico de Conteúdo