Dirceu quer trabalhar em hotel próximo ao Congresso para deixar a prisão durante o dia
Foto: Eduardo Knapp / Folhapress
O ex-ministro chefe da Casa Civil e condenado no processo do mensalão, José Dirceu, entregou nesta segunda-feira (25) um pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para trabalhar em um hotel de Brasília. Com isso, o petista poderia deixar a prisão durante o dia e retornar apenas para passar a noite, já que cumpre pena de regime semi-aberto. A solicitação foi entregue pelo advogado de Dirceu, José Luís de Oliveira, que não revelou para qual função do ex-ministro seria contratado. O mesmo pedido será feito à Vara de Execução Penal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. Dirceu começou a cumprir a pena de prisão no último dia 16 na Penitenciária da Papuda, em Brasília. Ele foi condenado a 10 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa, mas começou a cumprir a pena somente por corrupção ativa (7 anos e 11 meses) porque recorreu da condenção por formação de quadrilha. O hotel Saint Peter fica no Setor Hoteleiro Sul de Brasília, próximo da Esplanada dos Ministérios, do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional. Informações do portal G1,

Histórico de Conteúdo